Consultoria em Gestão de CustosConsultores especializados orientando na elaboração da melhor metodologia de controle de custos.

COLETA E ORGANIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES

A fase de coleta de informações compreende a obtenção e organização dos dados da(s) fazenda(s) que serão necessários à elaboração do “Controle de Custos”.
Consiste no fornecimento de informações, por parte do proprietário, referentes às atividades agrícolas e/ou pecuárias exercidas, tais como quantidades de áreas de produção, quantidades e classificação dos animais, quantidade e tipos de máquinas agrícolas, salários e atividades de funcionários, quantidades e tipos de produtos e insumos estocados, quantidades e valores de produtos agropecuários comercializados, índices de produtividades agrícolas e/ou zootécnicos obtidos pela(s) fazenda(s), planilhas de coleta de informações já existentes, enfim, informações consideradas importantes para estar calculando custos de produção.
A coleta e organização dos dados acima citados, após o seu devido estudo irão orientar na elaboração da melhor metodologia de controle de custos de produção para ser implantado na(s) fazenda(s), entre outras utilidades.

IMPLANTAÇÃO E ORIENTAÇÃO PARA A COLETA DE DADOS

A partir do momento em que a escolha da metodologia de controle de custos estiver decidida, nesta fase serão implantadas as guias de coleta de informações necessárias para se manter históricos e subsidiar diversos cálculos que serão efetuados no decorrer dos fechamentos de custos. Será também efetuada orientação sobre a forma correta de coleta e preenchimento das guias.

As coletas de informação são de primordial importância no processo, pois é a partir delas que todos os cálculos serão baseados e, portanto é dada uma atenção especial a esta fase procurando adaptar as guias já existentes na(s) fazenda(s) e facilitar da melhor forma possível a sua utilização em função dos profissionais encarregados destas coletas.

IMPLANTAÇÃO E ORIENTAÇÃO DO CONTROLE DE CUSTOS

A partir das informações existentes nas guias de coleta de dados, e utilizando-se de programas para computador específicos, as informações serão processadas de maneira adequada para podermos fechar custos de equipamentos e máquinas agrícolas por atividade, custos de mão-de-obra por atividade, custos unitários de produção (R$ / sc; R$ / @), custos administrativos, balancetes por período, balanço patrimonial, fluxo de caixa, contas a pagar e receber, classificação quanto aos tipos de despesas, enfim, informações consideradas importantes para gestão de uma empresa rural.
Será também efetuada orientação sobre a forma correta de inserir e processar as informações para se obter os controles acima citados.
Os fechamentos de custos de produção e dos outros controles citados acima são de primordial importância no processo, pois é a partir deles que muitos diagnósticos relacionados à situação financeira e administrativa da empresa poderão ser obtidos. Podemos citar entre tantas informações importantes a possibilidade de se apurar resultados exatos de custos de produção, incluindo custos diretos, indiretos, custos financeiros, depreciações, custo do capital imobilizado, subsídios à tomada de decisões futuras no tocante a mão-de-obra, adequação do setor de máquinas e otimização de seus usos e manutenção a menores custos, subsídios para se efetuar planejamentos futuros para curto, médio e longo prazo, etc.

IMPLANTAÇÃO E ORIENTAÇÃO DE PLANILHAS ORÇAMENTÁRIAS

A partir de previsões quanto à intenção de produção, produtividade esperada, custos de insumos e máquinas agrícolas elaborado uma planejamento orçamentário para o próximo ano agrícola.

A elaboração de um orçamento de custos de produção é de primordial importância no processo, pois é a partir dele que podemos prever montantes a serem desembolsados e o período de desembolso, podendo desta forma adequar este fluxo de capital à situação financeira e administrativa da empresa.

FORNECIMENTO DE MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO.

Após a conclusão dos trabalhos será elaborado um manual para o usuário do sistema de gestão acima descrito.

Este manual tem por finalidade servir de consulta em eventuais dúvidas que o usuário vier a ter após a conclusão dos trabalhos pelo técnico contratado.

METODOLOGIA DE TRABALHO

Este método tem por finalidade dividir o controle de custos da empresa em centros de custos de produção, auxiliares a produção e administrativos compostos por controle das atividades que deverão representar as reais necessidades da(s) propriedade(s) durante a elaboração dos trabalhos, cujos tópicos serão descritos a seguir:

I. Controle e Fluxo de Informações
  • Suprimento (Compras e Almoxarifado)
  • Produção (Controle Operacional)
  • Transporte
  • Parque de Máquinas (Máquinas e Implementos)
  • Pessoal
II. Sistema de Apuração de Custos
  • Plano de Contas
  • Apontamentos de mão-de-obra
  • Apontamentos de máquinas e implementos
  • Apontamentos de Veículos
  • Controle de aplicação de insumos
  • Distribuição de custos auxiliares
  • Rateio de custos indiretos
  • Apuração de resultados até a fase de implantação

Durante a execução dos trabalhos de elaboração do sistema de gestão de custos serão efetuados reuniões com o cliente e seus representantes com a finalidade de discussão e aprovação das alternativas viáveis de controle bem como todos os passos a serem seguidos.

A implantação do sistema de gestão de custos consiste em 12 (doze) visitas consecutivas e mensais do pessoal técnico à propriedade com a finalidade de recolher informações, elaborar planilhas e guias, definir parâmetros e cadastrá-los em programas gerenciais, orientar o pessoal envolvido nas utilizações, efetuar os fechamentos de balancetes de custos, balancetes patrimoniais e outros controles necessários, enfim, implantar, assessorar e orientar nas diversas fases de implementação do sistema.

Caberá ao cliente o fornecimento de informações sobre área cultivada, tipo de cultura, produtividades históricas, insumos, máquinas e implementos, animais, balancetes contábeis, folhas de pagamentos, estoque de produção, estoques do almoxarifado, levantamentos de informações técnicas tais como índices zootécnicos de animais, adubações e correções de solo, análises químicas e físicas de solo, aplicação de defensivos, enfim, todas as informações relevantes ao serviço em questão.

Correrão por conta do cliente todas as despesas de viagens para o local do projeto, estadias e alimentação dos técnicos, tanto com a finalidade de levantamento dos dados, quanto com as visitas mensais de implantação, assessoria e orientação.

Caso seja necessária a utilização de mão-de-obra braçal e/ou técnica, como por exemplo, medições de áreas, análises de laboratório, etc, correrão por conta do cliente estas despesas.

FORMA DE APRESENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE CUSTOS.

Serão fornecidos aos clientes os seguintes serviços e materiais:

  • Modelos de guias de coleta de dados.
  • Parametrização e orientação para softwares de gestão.
  • Treinamento do pessoal envolvido no sistema.

VANTAGENS DA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE CUSTOS.

Dentre tantas outras vantagens citadas nos tópicos descritos acima podemos ainda dizer os seguintes:

  • diminuição do tempo de implantação de um controle de custos em aproximadamente um ano devido à experiência da equipe técnica.
  • menores ajustes futuros do sistema às condições de trabalho da(s) fazenda(s) devido à existência de preocupações de já implantar pensando nas possibilidades de mudanças a curto, médio e longo prazo.
  • possibilidades de reestruturação da administração direcionadas pelos diagnósticos feitos através do resultado mostrado pelo sistema de gestão de custos, visando redução de custos de produção e conseqüentemente dando um maior retorno financeiro à empresa.
  • melhores planejamentos feitos para a empresa devido à existência de informações importantes obtidas no sistema de gestão de custos.
  • possibilidade de saber exatamente os custos de produção, incluindo aí informações de custos indiretos, rateio de custos, custos administrativos, depreciações, etc.

Um dos grandes diferenciais na metodologia utilizada pela empresa encontra-se na orientação e treinamentos adequados prestados ao produtor rural e à sua equipe administrativa, dotando-os de conhecimentos suficientes para gerir a sua fazenda de maneira a não depender continuamente de consultoria administrativa.
A A.P.Isnard-ME possui em seu quadro técnico, consultores especializados nas áreas agronômicas, zootécnicas, contábeis, administrativas e jurídicas com larga experiência na integração gerencial dos setores técnicos com os administrativos.

REMUNERAÇÃO E CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

Devemos ter conhecimento do número de propriedades a ser implantada, atividade exercida nas propriedades, enfim uma série de informações que serão consideradas para a determinação do valor orçado exato.

CRONOGRAMA DE CONCLUSÃO DOS TRABALHOS

O sistema gerencial estará implantado na sua totalidade no prazo máximo de 12 meses após a 1ª visita a propriedade.

Faça parte da nossa rede, conecte-se conosco!